Meryl Streep ofende a inteligência do povo americano na cerimônia do Globo de Ouro

Meryl Streep fez um discurso anti Donald Trump na noite passada. É claro, atores de Hollywood não podem deixar passar cada oportunidade que tem de falar em público para cagar em tudo em relação à política. Os jornais brasileiros irão elogiar a atriz, mas você não quer saber de fofoca e lambeção de saco, portanto aí vai tudo o que você precisa saber em relação ao discurso desta senhora para não ser feito de trouxa.

“Nós somos os três segmentos mais demonizados dos Estados Unidos: Hollywood, estrangeiros e a imprensa”
1. A imprensa americana sofre crise de credibilidade desde muito antes da candidatura do Donald Trump, mas se desgastou especialmente depois que mentiu, manipulou e fez todo tipo de sujeira, chegando até a antecipar questões do debate presidencial para Hillary Clinton. Fatos conhecidos amplamente depois de vazamentos de e-mails do Partido Democrata, principalmente pelo site Wikileaks. Dizer que está sofrendo ataques não anula a natureza justíssima deles.
2. Estrangeiros não estão sob ataque. Aliás se olharmos os dados da violência, poderíamos dizer que estrangeiros estão atacando o povo americano, mas não é este o ponto. A atriz tentou associar ataques a estrangeiros a Donald Trump, o que é uma mentira deslavada alimentada pela grande mídia. Donald Trump nunca disse absolutamente nada contra “imigrantes”, mas sempre contra “imigrantes ilegais”, o que é uma categoria completamente diferente. Meryl chega a dizer que sem estrangeiros, não haveria Hollywood, mas Trump nunca atacou estrangeiros de Hollywood que estão devidamente documentados e trabalhando honestamente (se bem que…) no país.
3. A respeito de Hollywood, oras… Se todos os presentes aplaudiram um discurso tão cínico, deviam agradecer todos os dias que o público ainda paga ingresso para assistir tanta gente nojenta trabalhando.
Hollywood se tornou mais uma máquina de propaganda esquerdista e o público percebeu.
Só para dar um exemplo, quando o Partido Democrata frauda as eleições primárias a favor de Hillary e os apoiadores de Bernie Sanders, inclusive o próprio, fingem que nada aconteceu, a moral vai lá pra baixo. É natural! Enquanto não fizerem um exercício de humildade, continuarão todos sob ataque. E será um prazer.